A esses sons longínquos estremeço

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
A esses sons longínquos estremeço
por Pedro Kilkerry
Em torno de 1916.


Vagos desejos e um pesar profundo
Invadem-me o coração corado apenas.
Parece que unhas por lábios queridos apertando
Sangram de novo, caem lentamente
Quentes e rubras gotas, uma a uma
No mar, sobre uma velha casa submarina.