Aqui jaz o coração (I)

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Epitafio ao coração deste mesmo general enterrado aos pés d'El Rey D. João IV.
por Gregório de Matos
Poema agrupado posteriormente e publicado em Crônica do Viver Baiano SeiscentistaOs Homens BonsPessoas Beneméritas

Aqui jaz o coração
do mais valente Anibal,
que restaurou Portugal
com a espada de co’a razão:
aos pés do Rei quarto João
lhe mandaram dar jazigo,
para que a todo o perigo
os dous unidos por lei
achasse o vassalo ao Rei,
e tivesse o Rei o amigo.