Contos Tradicionaes do Povo Portuguez/Lenda de Simancas

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Contos Tradicionaes do Povo Portuguez por Teófilo Braga
233. Lenda de Simancas


233. LENDA DE SIMANCAS

A villa de Simancas, chamada de antes Gureba, cobrou este nome, porque sete donzellas que d'aqui haviam de ser levadas, se cortaram as mãos para d'este modo escaparem; e como as amostrassem aos mouros que vinham arrecadar o tributo, dizendo: — Que não podiam ir por estarem mancas, — elles responderam, que:

— Assi mancas as queriam.

Mas o povo compadecido de tanta virtude, arremetteu tumultuariamente contra os Mouros e mortos de mão commum, foram as donzellas póstas em liberdade, deixando por nome á villa a resposta que deram aos barbaros: Si mancas as queremos, e por armas as mãos cortadas das donzellas.

(Fr. Bernardo de Brito, Monarch. Lusit., P. II, liv. 7, cap. 9.)





Notas[editar]

239. — Sobre a lenda do Tributo das Donzellas elaboraram-se muitas outras tradições de etymologia popular, taes como a de Peitobordelo, Figueiredo das Donas, etc.