D. Sebastião

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
D. Sebastião
por Fernando Pessoa
Poema publicado em Mensagem (1934).

Sperae! Cahi no areal e na hora adversa
Que Deus concede aos seus
Para o intervallo em que esteja a alma immersa
Em sonhos que são Deus.

Que importa o areal e a morte e a desventura
Se com Deus me guardei?
É o que eu me sonhei que eterno dura,
É Esse que regressarei.