Diccionario Bibliographico Brazileiro/Antonio de Andrade Luna

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diccionario Bibliographico Brazileiro por Sacramento Blake
Antonio de Andrade Luna


Antonio de Andrade Luna - Nasceu no primeiro decennio do presente seculo na provincia de Pernambuco, e ahi falleceu, com 50 annos de idade, sendo seus paes Francisco de Salles Rego e dona Francisca Xavier de Andrade.

Foi religioso da ordem dos franciscanos, tendo feito sua profissão no convento de Iguarassú com o nome de frei Antonio da Conceição, e secularisou-se depois, passando a usar de seu nome primitivo. Antes, porém, de secularisar-se, no primeiro anno da creação dos cursos juridicos matriculou-se na faculdade de Olinda, e ahi recebeu o grau de bacharel em direito em 1833 e depois o de doutor.

Exerceu o logar de inspector da thesouraria geral da provincia, e deu-se depois ao exercicio da advocacia, onde adquiriu grande nomeada como jurisconsulto, como tambem a adquirira de desvelado cultor das lettras e distincto poeta. Foi partidario da confederação do Equador, a cujos vencedores, depois de alcançados os premios da victoria, dirigira os seguintes versos n'um improviso:

Quando os sec'los das trevas dominavam,
Das cruzes os ladrões se penduravam.
Hoje domina o seculo das luzes,
Pendentes dos ladrões andam as cruzes.

O doutor Luna escreveu:

- Theses para obter o grau de doutor em direito. Pernambuco, 183' - Não pude ver esta these, e menos um grande numero de

- Poesias e diversos escriptos em prosa - que deixara ineditos, e de que se ignora o destino, como diz o autor do Diccionario biographico de pernambucanos illustres, publicado em 1882.