Contos de Grimm/Os três homenzinhos da floresta: diferenças entre revisões

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
sem resumo de edição
Sem resumo de edição
{{tradução}}
{{navegar
|obra=[[Contos de Grimm]]<BR>
[[File:Grimm Household Stories.jpg|thumb|400px|right|<center>'''Contos Infantis dos Irmãos Grimm<br>Projeto Gutenberg'''</center>]]
 
[[Ficheiro:InicialTInicialE.svg|left|100px]]herera wasuma oncevez aum homem mancuja whoseesposa wifehavia diedmorrido, ande auma womanmulher whosecujo husbandmarido diedhavia morrido, ande theo manhomem hadtinha auma daughterfilha, ande thea womanmulher alsotambém hadtinha auma daughterfilha. TheAs girlsmeninas werese acquainteddavam withmuito eachbem otheruma com a outra, ande wentgostavam outde walkingcaminhar togetherjuntas, and afterwardse camepouco todepois thechegaram womanà incasa herda housemulher.
 
Então disse a mulher para a filha do homem, "Ouça, diga ao teu pai que eu gostaria de me casar com ele, e então você poderá tomar banho de leite todas as manhãs, e beber vinho, mas a minha própria filha irá se banhar com água e também só poderá beber água." A garota foi para casa, e contou ao pai dela o que a mulher havia dito. O homem disse, "O que devo fazer? O casamento é uma felicidade, mas também é um tormento."
Then said she to the man's daughter, "Listen, tell thy father that I would like to marry him, and then thou shalt wash thyself in milk every morning, and drink wine, but my own daughter shall wash herself in water and drink water." The girl went home, and told her father what the woman had said. The man said, "What shall I do? Marriage is a joy and also a torment."
 
Com o passar do tempo ele não conseguia tomar uma decisão, então ele tirou a bota, e disse, "Peguee esta bota, ela tem um buraco na sola. Suba até o sótão, pendure-o no prego da parede, e depois coloque água dentro dele. Se a água não vazar, então eu me casarei novamente, mas se a água escorrer, não me casarei."
At length as he could come to no decision, he pulled off his boot, and said, "Take this boot, it has a hole in the sole of it. Go with it up to the loft, hang it on the big nail, and then pour water into it. If it hold the water, then I will again take a wife, but if it run through, I will not."
 
A garota fez o que o pai havia falado, mas a água fez com que o buraco não se abrisse, e a bota ficou cheia até o topo. Ela informou ao pai o que tinha acontecido. Então ele mesmo subiu até o sótão, e quando ele viu que ela tinha razão, ele foi até a casa da viúva para fazer corte a ela, e o casamento foi celebrado.
The girl did as she was ordered, but the water drew the hole together, and the boot became full to the top. She informed her father how it had turned out. Then he himself went up, and when he saw that she was right, he went to the widow and wooed her, and the wedding was celebrated.
 
Na manhã seguinte, quando as duas garotas se levantaram, eis que havia diante da filha do homem, leite para ela se banhar e vinho para ela beber, mas diante da filha da mulher havia água para ela se lavar e água para ela beber. Na segunda manhã, havia água para se levar e água para beber para a filha do homem bem como para a filha da mulher.
The next morning, when the two girls got up, there stood before the man's daughter, milk for her to wash in and wine for her to drink, but before the woman's daughter stood water to wash herself with and water for drinking. On the second morning, stood water for washing and water for drinking before the man's daughter as well as before the woman's daughter.
 
E na manhã do terceiro dia; havia água para se banhar; e água para beber para a filha do homem, e leite para se lavar e vinho para beber, para a filha da mulher, e assim todos os dias. A mulher havia se tornado amarga e indelicada com a sua enteada, e a medida que os dias se passavam ela se esforçava o máximo para tratá-la ainda pior. Ela também era invejosa porque a enteada dela era linda e adorável, e a sua filha era feia e repulsiva.
And on the third morning; stood water for washing; and water for drinking before the man's daughter, and milk for washing and wine for drinking, before the woman's daughter, and so it continued. The woman became bitterly unkind to her step-daughter, and day by day did her best to treat her still worse. She was envious too because her step daughter was beautiful and lovable, and her own daughter ugly and repulsive.
 
[[Ficheiro:InicialU.svg|left|100px]]ma vez, durante o inverno, quando tudo congelava como a dureza de uma pedra, e as montanhas e os vales estavam cobertos de neve, a mulher fez um vestido de papel, chamou a sua enteada, e disse, "Venha aqui, coloque este vestido e vá passear na floresta, e me traga um pequeno cesto cheio de morangos, — Pois estou com vontade de comer alguns." "Mas como!" disse a garota, "nenhum morango cresce no inverno! O chão está congelado, e além de tudo a neve cobriu toda a plantação.
Once, in winter, when everything was frozen as hard as a stone, and hill and vale lay covered with snow, the woman made a frock of paper, called her step-daughter, and said, "Here, put on this dress and go out into the wood, and fetch me a little basketful of strawberries,—I have a fancy for some." "Good heavens!" said the girl, "no strawberries grow in winter! The ground is frozen, and besides the snow has covered everything.
 
E porque é que eu teria de ir neste vestido de papel? Está tão frio lá fora que até a minha respiração congela! O vento irá soprar o vestido, e os espinhos irão machucar o meu corpo." "Você está me contrariando novamente?" disse a madrasta, "Trate de ir, e não me mostre a tua cara novamente até que retorne com um cesto cheio de morangos!"
And why am I to go in this paper frock? It is so cold outside that one's very breath freezes! The wind will blow through the frock, and the thorns will tear it off my body." "Wilt thou contradict me again?" said the stepmother, "See that thou goest, and do not show thy face again until thou hast the basketful of strawberries!"
 
ThenEntão sheela gavelhe herdeu aum littlepedacinho piecede ofpão hard breadduro, ande saiddisse, "ThisIsto willdeverá lastdurar theeo thedia daytodo," ande thoughtpensou, "ThouEla wiltirá diemorrer ofde coldfrio ande hungerfome outsidelá fora, ande wiltnunca nevermais a beverei seenperto againde bymim menovamente."
 
Mas a garota era obediente, e colocou o vestido de papel, e saiu com o cesto. Em toda parte não havia outra coisa além de neve, e nem sequer se podia ver um pedaço de verde. Quando ela chegou na floresta, ela viu uma casinha onde havia três pequenos anõeszinhos<ref>No original Haulemännerchen—i.e., Höhlen-Waldmäunlein. Eles são assim chamados porque eles vivem em cavernas nas florestas. Eles são pequenos anões de cabeças grandes, e dizem que eles roubam crianças não batizadas.—NT.</ref>. Ela desejou a eles "Bom Dia", e modestamente bateu na porta. Eles gritaram, "Entre," e ela entrou na casa e se sentou no banco perto da lareira, onde ela começou a se aquecer e a fazer a sua refeição.
Then the maiden was obedient, and put on the paper frock, and went out with the basket. Far and wide there was nothing but snow, and not a green blade to be seen. When she got into the wood she saw a small house out of which peeped three little dwarfs.[1] She wished them good day, and knocked modestly at the door. They cried, "Come in," and she entered the room and seated herself on the bench by the stove, where she began to warm herself and eat her breakfast.
 
Os duendes disseram, "Dá-nos também um pedaço de pão." "Com prazer," disse ela, e dividiu o seu pedaço de pão em dois, e deu a eles a metade. Eles perguntaram, "O que você está fazendo aqui na floresta em pleno inverno, com esse vestido tão fininho?" "Ah," respondeu ela, "Eu vim buscar um cesto cheio de morangos, e não posso voltar para casa até que eu possa encontrá-los e levá-los comigo." Quando ela terminou de comer o pão, eles deram a ela uma vassoura e disseram,
The elves said, "Give us, too, some of it." "Willingly," said she, and divided her bit of bread in two, and gave them the half. They asked, "What dost thou here in the forest in the winter time, in thy thin dress?" "Ah," she answered, "I am to look for a basketful of strawberries, and am not to go home until I can take them with me." When she had eaten her bread, they gave her a broom and said,
 
"Limpe a neve que está do outro lado da porta dos fundos com a vassoura." Mas quando ela saiu lá fora, os três homenzinhos disseram um para o outro, "O que poderemos oferecer a ela porque ela foi tão generosa, a ponto de dividir conosco o único pão que ela tinha?" Então o primeiro disse, "O meu primeiro desejo será, que ela fique cada vez mais bela todos os dias." O segundo disse, "O meu desejo será, que moedas de ouro saiam de sua boca cada vez que ela falar." E o terceiro falou, "O meu presente será, que um rei venha e a leve como sua esposa."
"Sweep away the snow at the back door with it." But when she was outside, the three little men said to each other, "What shall we give her as she is so good, and has shared her bread with us?" Then said the first, "My gift is, that she shall every day grow more beautiful." The second said, "My gift is, that gold pieces shall fall out of her mouth every time she speaks." The third said, "My gift is, that a king shall come and take her to wife."
 
[[Ficheiro:InicialA.svg|left|100px]] garota, todavia, fazia o que os pequenos homenzinhos haviam solicitado a ela, varreu toda a neve que havia atrás da casa com a vassoura, e por ter feito isso ela encontrou nada menos que morangos maduros e verdadeiros, que surgiram de cor vermelho escuro enquanto ela varria a neve! Cheia de alegria ela colheu rapidamente um cesto bem cheio, agradeceu aos anõeszinhos, apertou a mão de cada um deles, e correu para casa para levar para a sua madrasta o que a velha estava com vontade de comer há muito tempo.
The girl, however, did as the little men had bidden her, swept away the snow behind the little house with the broom, and what did she find but real ripe strawberries, which came up quite dark-red out of the snow! In her joy she hastily gathered her basket full, thanked the little men, shook hands with each of them, and ran home to take her step-mother what she had longed for so much.
 
Quando ela entrou em casa e disse "Boa Noite", uma moeda de ouro imediatamente saiu de sua boca. Então ela contou o que havia acontecido com ela na floresta, mas a cada palavra que ela pronunciava, mais moedas de ouro caíam de sua boca, até que em pouco tempo todo o recinto está repleto de ouro. "Veja já como ela é arrogante," exclamou a irmã adotiva, "jogando moedas de ouro dessa maneira!" mas intimamente ela sentia inveja da irmã, e queria também ir à floresta para procurar morangos.
When she went in and said good-evening, a piece of gold at once fell out of her mouth. Thereupon she related what had happened to her in the wood, but with every word she spoke, gold pieces fell from her mouth, until very soon the whole room was covered with them. "Now look at her arrogance," cried the step-sister, "to throw about gold in that way!" but she was secretly envious of it, and wanted to go into the forest also to seek strawberries.
 
A mãe disse, "Não, minha querida filhinha, está muito frio, você poderia morrer de fome." Todavia, como a filha não lhe dava sossego, a mãe finalmente concordou, fez para ela um magnífico vestido de pele, que ela foi obrigada a vestir, e deu a ela pão com manteiga e bolo para que ela levasse.
The mother said, "No, my dear little daughter, it is too cold, thou mightest die of cold." However, as her daughter let her have no peace, the mother at last yielded, made her a magnificent dress of fur, which she was obliged to put on, and gave her bread-and-butter and cake with her.
 
A garota foi para a floresta e caminhou diretamente para a pequena cabana. Os três pequenos elfos deram uma espiada novamente, mas ela não os cumprimentou, e não olhou para eles e nem falou com eles, ela entrou na casa com modos grosseiros, sentou-se perto da lareira, e começou a comer o seu pão com manteiga e o bolo que ela havia trazido. "Também queremos um pouquinho," exclamaram os pequenos homenzinhos; mas ela respondeu,
The girl went into the forest and straight up to the little house. The three little elves peeped out again, but she did not greet them, and without looking round at them and without speaking to them, she went awkwardly into the room, seated herself by the stove, and began to eat her bread-and-butter and cake. "Give us some of it," cried the little men; but she replied,
 
"Não há o suficiente nem para mim mesma, então, como é que eu posso dar um pouquinho para as outras pessoas?" Quando ela terminou de comer, eles disseram, "Há uma vassoura atrás da porta, deixe tudo limpo para nós do lado de fora da porta dos fundos." "Credo! Limpem vocês mesmos," respondeu ela, "Eu não sou criada de vocês." Quando ela viu que eles não iriam lhe dar nada, ela saiu pela porta. Então os três homenzinhos disseram uns para os outros, "O que nós ofereceremos a ela por ter sido tão desobediente, por ter um coração tão invejoso, e que jamais fará uma boa ação para qualquer pessoa?
"There is not enough for myself, so how can I give it away to other people?" When she had done eating, they said, "There is a broom for thee, sweep all clean for us outside by the back-door." "Humph! Sweep for yourselves," she answered, "I am not your servant." When she saw that they were not going to give her anything, she went out by the door. Then the little men said to each other, "What shall we give her as she is so naughty, and has a wicked envious heart, that will never let her do a good turn to any one?
 
"O primeiro disse, "O meu desejo é que ela fique cada dia mais feia." O segundo falou, "Desejo a ela que a cada palavra que ela pronunciar, um sapo irá saltar de sua boca." O terceiro disse, "O meu desejo é que ela tenha uma morte miserável." A garota procurou os morangos do lado de fora da cabana, mas como ela não encontrou nenhum, ela voltou furiosa para casa. E quando ela começou a abrir a boca, e ia contar para a sua mãe o que havia acontecido com ela na floresta, a cada palavra que ela pronunciava, um sapo saltava de sua boca, de modo que todos se afastavam tomados de horror por ela.
"The first said, "I grant that she may grow uglier every day." The second said, "I grant that at every word she says, a toad shall spring out of her mouth." The third said, "I grant that she may die a miserable death." The maiden looked for strawberries outside, but as she found none, she went angrily home. And when she opened her mouth, and was about to tell her mother what had happened to her in the wood, with every word she said, a toad sprang out of her mouth, so that every one was seized with horror of her.
 
[[Ficheiro:InicialE.svg|left|100px]]ntão a madrasta ficou ainda mais brava, e não pensava em outra coisa a não ser causar todo o mal que ela pudesse para a filha do homem, cuja beleza, todavia, aumentava a cada dia que passava. Finalmente, ela pegou um caldeirão, e o colocou no fogo, e começou a ferver fios de algodão dentro dele. Quando ele entrou em ebulição, ela colocou o caldeirão fervendo sobre os ombros da garota, e deu a ela um machado para que ela pudesse ir até o rio congelado, fizesse um buraco no gelo com o machado, e enxaguasse os fios.
Then the step-mother was still more enraged, and thought of nothing but how to do every possible injury to the man's daughter, whose beauty, however, grew daily greater. At length she took a cauldron, set it on the fire, and boiled yarn in it. When it was boiled, she flung it on the poor girl's shoulder, and gave her an axe in order that she might go on the frozen river, cut a hole in the ice, and rinse the yarn.
 
Ela era obediente, foi até lá e cortou um buraco no gelo; e enquanto ela estava fazendo isso com o machado, uma belíssima carruagem veio chegando, e nela estava um rei. A carruagem parou, e o rei perguntou, "Minha filha, quem é você, e o que você está fazendo aí?" "Eu sou uma pobre menina, e estou enxaguando estes fios." Então o rei sentiu pena dela, e quando ele percebeu que ela era uma menina muito bonita, ele disse a ela, "Não queres ir-te embora comigo?" "Ah, sim, com todo prazer," respondeu ela, pois ela ficaria feliz em se livrar da sua madrasta e da sua irmã adotiva.
She was obedient, went thither and cut a hole in the ice; and while she was in the midst of her cutting, a splendid carriage came driving up, in which sat the King. The carriage stopped, and the King asked, "My child, who art thou, and what art thou doing here?" "I am a poor girl, and I am rinsing yarn." Then the King felt compassion, and when he saw that she was so very beautiful, he said to her, "Wilt thou go away with me?" "Ah, yes, with all my heart," she answered, for she was glad to get away from the mother and sister.
 
Então, ela entrou na carruagem e partiu para longe com o rei, e quando eles chegaram ao palácio, o casamento foi celebrado com grande pompa, assim como os pequenos homenzinhos haviam desejado à garota. Depois que um ano havia se passado, a jovem rainha deu a luz à um filho, e assim que a madrasta ouviu falar da grande sorte que ela tivera, ela veio com a sua filha até o palácio e fingiu que desejava fazer-lhe uma visita.
So she got into the carriage and drove away with the King, and when they arrived at his palace, the wedding was celebrated with great pomp, as the little men had granted to the maiden. When a year was over, the young Queen bore a son, and as the step-mother had heard of her great good-fortune, she came with her daughter to the palace and pretended that she wanted to pay her a visit.
 
Mas uma vez quando o rei havia saído, e ninguém estava presente, a perversa mulher segurou a rainha pela cabeça, e sua filha a segurou pelos pés, e elas a tiraram da cama, e a jogaram para fora da janela dentro de um riacho que passava por ali. Então a filha feia se deitou na cama, e a velha a cobriu até a cabeça.
Once, however, when the King had gone out, and no one else was present, the wicked woman seized the Queen by the head, and her daughter seized her by the feet, and they lifted her out of the bed, and threw her out of the window into the stream which flowed by. Then the ugly daughter laid herself in the bed, and the old woman covered her up over her head.
 
[[Ficheiro:InicialM.svg|left|100px]]ais tarde, quando o rei voltou para casa, e quis falar com a sua esposa, a velha gritou, "Silêncio, silêncio, não pode ser agora, ela está dormindo e suando bastante; o senhor precisa deixar que ela descanse hoje." O rei não desconfiou de nenhuma maldade, e não voltou novamente até a manhã seguinte; e quando ele falava com a sua esposa e ela respondia para ele, a cada palavra que ela dizia um sapo saltava para fora da sua boca, ao passo que antes uma moeda de ouro havia caído.
When the King came home again and wanted to speak to his wife, the old woman cried, "Hush, hush, that can't be now, she is lying in a violent perspiration; you must let her rest to-day." The King suspected no evil, and did not come back again till next morning; and as he talked with his wife and she answered him, with every word a toad leaped out, whereas formerly a piece of gold had fallen out.
 
Então ele quis saber o que havia acontecido, mas a velhinha disse que era por causa de ter suado muito, e que logo ela ficaria boa. Durante a noite, todavia, o ajudante de cozinha viu um pato que vinha nadando até a sarjeta, e o pato dizia:
Then he asked what that could be, but the old woman said that she had got that from the violent perspiration, and would soon lose it again. During the night, however, the scullion saw a duck come swimming up the gutter, and it said,
 
"KingRei, whato artque thouestás doingfazendo nowagora?
 
Estás dormindo, ou estás acordado?"
Sleepest thou, or wakest thou?"
 
E como ele não lhe respondesse nada ele disse,
And as he returned no answer it said,
 
"AndE myos guestsmeus convidados, WhatO que maypodem theyeles dofazer?"
 
A ajudante de cozinha disse,
The scullion said,
 
"Eles estão dormindo profundamente, também."
"They are sleeping soundly, too."
 
Então o pato perguntou novamente,
Then it asked again,
 
"O que faz agora o bebê camundongo?"
"What does little baby mice?"
 
Ele respondeu,
He answered,
 
"Está dormindo tranquilamente em seu berço."
"Sleepeth in her cradle fine."
 
[[Ficheiro:InicialE.svg|left|100px]]ntão ela subiu as escadas tomando a forma de rainha, acalentou o bebê, balançou a caminha dele, cobriu-o, e depois foi embora novamente nadando pela sarjeta tomando a forma de um pato. E assim ela veio durante duas noites; e na terceira, ela disse para o cozinheiro, "Vá e diga ao rei para que pegue a sua espada e faça brandí-la três vezes na entrada da porta."
Then she went upstairs in the form of the Queen, nursed the baby, shook up its little bed, covered it over, and then swam away again down the gutter in the shape of a duck. She came thus for two nights; on the third, she said to the scullion, "Go and tell the King to take his sword and swing it three times over me on the threshold."
 
Então o ajudante de cozinha correu e falou isto ao rei, que veio com a sua espada e fê-la brandir por três vezes sobre o espírito, e na terceira vez, a sua esposa lhe apareceu diante dele forte, vívida, e saudável como sempre fora antes. Então o rei ficou muito feliz, mas ele manteve a rainha escondida em um quarto até o domingo, quando o bebê deveria ser batizado. E quando ele foi batizado, o rei disse:
Then the scullion ran and told this to the King, who came with his sword and swung it thrice over the spirit, and at the third time, his wife stood before him strong, living, and healthy as she had been before. Thereupon the King was full of great joy, but he kept the Queen hidden in a chamber until the Sunday, when the baby was to be christened. And when it was christened he said,
 
"O que merece uma pessoa que arrasta uma outra para fora da cama e a joga dentro da água?" "A infeliz não merece nada mais," respondeu a velhinha, "do que ser levada e colocada dentro de um barril cheio de pregos, e rolar montanha abaixo até o riacho." "Então," disse o rei,
"What does a person deserve who drags another out of bed and throws him in the water?" "The wretch deserves nothing better," answered the old woman, "than to be taken and put in a barrel stuck full of nails, and rolled down hill into the water." "Then," said the King,
 
"Tu declaraste tua própria condenação;" e ele ordenou que tal barril fosse trazido, e a velha com sua filha fossem colocadas dentro dele, e depois que uma tampa foi pregada, o barril rolou montanha abaixo até que ele chegasse no rio.
"Thou hast pronounced thine own sentence;" and he ordered such a barrel to be brought, and the old woman to be put into it with her daughter, and then the top was hammered on, and the barrel rolled down hill until it went into the river.
 
1. ↑ In the original Haulemännerchen—i.e., Höhlen-Waldmäunlein. They are so called because they live in caves in the forests. They are little dwarfs with large heads, and are supposed to steal unbaptized children.—TR.
 
<center>{{separador}}</center>
{{multicol-end}}
</div>
 
<references />
 
[[de:Die drei Männlein im Walde (1857)]]
[[fr:Les Contes de ma mère l’Oye avant Perrault/Les Trois Nains de la forêt]]
[[ru:Три человечка в лесу (Гримм/Полевой)]]
 
== Veja também ==
* [http://www.artesocial.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=53:homenzinhos-floresta&catid=14:contos-de-fadas&Itemid=41 Os três homenzinhos na floresta]
* [http://www.grimmstories.com/pt/grimm_contos/os_tres_homenzinhos_na_floresta GrimmStories]

Menu de navegação