Eu me resigno. Há no alto da montanha

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Eu me resigno. Há no alto da montanha
por Fernando Pessoa


Eu me resigno. Há no alto da montanha
Um penhasco saído,
Que, visto de onde toda coisa é estranha,
Deste vale escondido,
Parece posto ali para o não termos,
Para que, vendo-o ali,
Nos contentemos só com o aí vermos
No nosso eterno aqui...

Eu me resigno. Esse penhasco agudo
Talvez alcançarão
Os que na força de irem põem tudo.
De teu próprio silêncio nulo e mudo,
Não vás, meu coração.