Fabulas de Esopo/A Bicha e o Cabrito

Wikisource, a biblioteca livre
< Fabulas de Esopo

Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fabulas de Esopo por Esopo, traduzido por Manuel Mendes da Vidigueira
A Bicha e o Cabrito


FABULA IX.


A Bicha e o Cabrito.

Andava pastando huma Cabra com o filho apoz si, e pizou huma Bicha acaso com os pés, ella assanhada, levantando-se hum pouco, picou a Cabra em huma teta; mas como o filho logo viesse a mamar, e chupasse com o leite a peçonha da Bicha, salvou a Mãi, e elle morreo.

MORALIDADE.

Mostra-se nesta Fabula o que acontece muitas vezes nesta vida pagar o justo pelo peccador, como aqui pagou o fillio pela Mãi, e muitos filhos são temporalmente castigados pelos peccados dos Paes. Antes o mundo he tão contrario aos justos, que como o Poeta diz; Mata as pombas, e cria os corvos; quer dizer: Sustenta aos máos, e persegue os innocentes.