Hino do município de Apiaí

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Apiaí
Letra por Augusto Batista Canto
Melodia por Izabel Fernandes Lourenço


Minha Terra Natal Apiaí
Um trono assim tão alto
Eu nunca vi
Com nuvens circundando o respaldar

É o Morro D’Ouro alçando-se nos céus.
Que vai agradecer ao Senhor Deus
As graças que te deu sem regatear
Cai o sol na crista descalvada

Numa orquestra de vento conjugada
Ao bramido selvagem dos trovões
A floresta medrosa se estremece
Enquanto a tarde morre e a noite desce

Envolvendo em tristeza os corações
Enquanto a tarde morre e noite desce
Envolvendo em tristeza os corações
Apiaí com ouro nas bateias

Nos salões, à luz frouxa das candeias
Ardendo nos candeeiros fumegantes
Os cabelos das damas se adornavam
E as pepitas douradas cintilavam

Ao som dos sapateados retumbantes.
E as pepitas douradas cintilavam
Ao som dos sapateados retumbantes.
Sob a densa cortina de garoa

Cuja fama por toda parte ecoa
Apiaí achou o rumo certo
Impávido, com passos de gigante
Avança pela estrada fulgurante

De um destino grandioso e já bem perto
Avança pela estrada fulgurante
De um destino grandioso e já bem perto