Hino do município de Cachoeira Paulista

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Cachoeira Paulista
Letra por Ovídio de Castro
Melodia por Nelson Lorena


Minha Terra pequenina,
minha amada Cachoeira.
Tu és cidade oficina,
Da nação, pequena obreira.

No sopé da Mantiqueira,
quase junto às suas fraldas
fundou minha Cachoeira,
o lendário Silva Caldas.

Feita de vales e montes,
minha terra pequenina
tem a nutrí-la, três fontes,
a enfeitá-la uma colina.

Cingem-lhe a cinta, dois rios
que, avistados bem de cima,
são dois versos luzídios,
vasados em bela rima.

O Sol, sobre a minha Terra,
quando nasce, alegra tudo:
primeiro as aves da serra,
depois, o arvoredo mudo.

O homem que mora nela
tem coragem, enfrenta a vida...
sai ao mar, fica sem vela,
mas, traz o mar de vencida.

Quando a dor se manifesta
entre o seu povo sublime,
quem é saudável empresta
a outrem o bem que redime.