Hino do município de Guarantã do Norte

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Guarantã do Norte
Letra por Pedro Paulo Borré e Benedito Antônio de Souza
Melodia por Luis Celestino Prestes

Dentre o verde jardim da floresta
Foi plantada promissa e radiante
Flor do amor do trabalho e da garra
Sementeira de heróis imigrantes.

Êxodo ordeiro, de bravos colonos
Na conquista de mais horizontes
Desbravando e sulcando essas terras
Na coragem dos homens de ontem.

Guarantã... Guarantã...
Berço amigo aconchego do andante
Seiva vida da paz que hoje aquece
Cada filho na luta constante.

Guarantã... Guarantã...
Em teu chão há lençóis naturais
Galopante é imortal teu progresso
No trabalho, na fibra e na paz.

Salve a fauna Manancial de poesia
Salve salve Guarantã jardim em flor
Densa flora entre matas nativas
Teu futuro sorri promissor.

Hasteamos a nossa bandeira
Comungamos o mesmo ideal
Guarantã foi por Deus desenhada
Tens o tom e a mão divinal.

O teu nome o teu chão foi forjado
No labor de um povo varonil
Sinfonia da mãe natureza
Pulmão verde do nosso Brasil.