Hino do município de Tabuleiro do Norte

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Tabuleiro do Norte
Letra por Mons. Otávio de Alencar Santiago
Melodia por Fenelon Odilon da Silva


Salve, salve, torrão sempre amado
Tabuleiro de belo passado.
Os teus filhos te querem exaltados,
Querem ver-te, descantado.

O teu sol nasce, sorrindo,
Nos mandando uma benção de luz,
E esta aragem que vem espargindo
Um aroma que enleva e seduz,
São encantos, amor e magia
Que nos enchem de tanta alegria

Os teus campos tão vastos, fecundos,
Tão amigos e tão dadivosos,
Nos sussurram os segredos profundos
De um presente e porvir primorosos
Tabuleiro, tu bens nos mereces
De nossa alma, feliz, nossas preces

Recebestes em teu berço um sorriso
Carinhoso da Virgem Maria,
Tu cresceste guardando conciso
O segredo de tua alegria.
Em tua fé, tabuleiro, tua paz,
O progresso a união é o traz.

Já soou, Tabuleiro, o clarim
Que anuncia uma bela vitória,
Hoje, livre, tu marchas, enfim,
Confiante em teus filhos para a glória!
Nossos filhos lerão tua história
E honrarão de seus pais a memória!

Terra predestinada por Deus
Ninho amigo de paz e de amor!
Hoje és livre e livres os filhos teus!
Liberdade! Bradam todos com ardor,
As campinas, o céu e as florestas
Também vibram em seus hinos e festas