Hino do município de Tupã

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Hino do município de Tupã
Letra por Professor Altino Rodrigues da Costa Martinez
Melodia por Maestro Nelson de Castro


Terra do índio bravio, onde é o céu sempre anil
Que não esquece o bravo gentio,
E marcha em progresso impávido febril
Teu solo abriga a riqueza, cidade de enlevos mil,
és bem exemplo dessa pujança e grandeza
Das terras do meu Brasil.

Terra do índio bravio, onde é o céu sempre anil
Que não esquece o bravo gentio,
E marcha em progresso impávido e febril
Teu solo abriga a riqueza, cidade de enlevos mil,
és bem exemplo dessa pujança e grandeza
Das terras do meu Brasil.

Tupã, Tupã, Tupã
Tupã, Tupã, Tupã
És paulista e altaneira é cidade hospitaleira
E és da Pátria a Canaã.

Teu povo laborioso, tem ao trabalho devoção.
E quer que o nosso Brasil glorioso
Seja entre as outras uma grande nação
Em tuas plagas prazenteiro, vive o estrangeiro como irmão
és um exemplo que damos para o Mundo inteiro, de amor e de união.

Teu povo laborioso, tem ao trabalho devoção.
E quer que o nosso Brasil glorioso
Seja entre as outras uma grande nação
Em tuas plagas prazenteiro, vive o estrangeiro como irmão
és um exemplo que damos para o Mundo inteiro, de amor e de união.

Tupã, Tupã, Tupã
Tupã, Tupã, Tupã
és paulista e altaneira é cidade hospitaleira
E és da Pátria a Canaã.

Teu povo laborioso, tem ao trabalho devoção
E quer que o nosso Brasil glorioso
Seja entre as outras uma grande nação
Em tuas plagas prazenteiro, vive o estrangeiro como irmão
és um exemplo que damos para o Mundo inteiro, de amor e de união.