Maravilhas Divinas

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maravilhas Divinas
por Salomão Luiz Ginsburg
Cântico integrante de Cantor Cristão


Ao Deus de amor e de imensa bondade,
Com voz de júbilo, vinde aclamai!
Com coração transbordante de graças,
Seu grande amor, todos, vinde louvai.

E a tudo que criaste, com benfazeja mão,
As bênçãos não negaste da tua proteção.
Eterno Deus, ó Deus sem par,
A criação, com gratidão
Te vem louvar!

Nos céus teu nome aclamam
Os astros, que são teus;
A terra e o mar proclamam:
"És o nosso Deus!"

Ao sol resplandecente e à vastidão do mar
Traçaste, ó Deus potente, as leis que irão guardar.
E a tenra e pequenina florzinha em botão,
A tua mão divina conserva em proteção.

Dos campos, a verdura, dos frutos, o sabor,
Celebram a ternura do teu constante amor!
E a natureza inteira, por toda a Criação,
Proclama, alvissareira, a tua proteção. Amém.