Na fonte está Lianor (Cancioneiro de Paris)

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Na fonte está Lianor
por Anónimo
Cantiga renascentista portuguesa do Cancioneiro de Paris.


Na fonte está Lianor
Lavand'o pot'e chorando,
E às amigas preguntando:
«Vistes lá o meu amor?»

Nenhuma lhe dá rezão
De que ela fique contente,
Porque não no ter presente,
Isso lhe dá mais paixão.
O caminho está olhando
C'os olhos que lhe dão dor,
E às que vinham, preguntando:
«Vistes lá o meu amor?»

Umas vêm e outras vão,
Nenhuma vinha a quem
Pregunte pelo seu bem
Que dele lhe dê rezão.
Estava triste cuidando
Remédio pera tal dor.
Deixa a talha e chorando,
Vai buscar o seu amor.