Página:A Guerra de Canudos.djvu/291

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
251
A Guerra de Canudos

cificamente. Apenas,alguns projectis vindos de longe, silvaram sobre as cabeças dos soldados.

D'este modo, após tantas peripecias, a brigada auxiliar, ou Girard chegou a Canudos no mesmo dia 15 de Agosto, tendo antes supportado todas as contrariedades, consequencia immediata da falta de direcção e de ordem, desde que marchou de S. Salvador.

Com o reforço duns 1:000 homens chegados á Canudos com a brigada, foram varios capitães, que passaram a commandar corpos que o estavam sendo por tenentes e alferes, occasionado em virtude das muitas mortes e ferimentos em combate, e partida para Monte Santo dos doentes, ou não, e que lá ficaram d'uma vez. Entre aquelles capitães salientaram-se, além dos antes citados, os de nomes Francisco Flarys e Napoleão Achê.

Apezar do reforço da brigada auxiliar, ainda na 2ª quinzena de Agosto as operações ficaram estacionarias. A regular força que engrossava as antigas fileiras, ainda não as tornaram bastantes fortes para o estabelecimento efficaz d'um sitio. Os corpos auxiliares, de accordo mesmo com a portaria que os designou, foram empregados no serviço de comboios, protegendo-os e conduzindo-os, estabelecendo accampamento num extenso valle, a retaguarda do Quartel-General. Parte do 24° foi fragmen-