Página:A Guerra de Canudos.djvu/422

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
354
A Guerra de Canudos

onde a cinza ardente e o vasto brazeiro fumegante ainda queimavam restos de madeiramento e fragmentos de corpos humanos, representados por troncos sem cabeças, braços e pernas carbonisados em meio. Peitos, em que os seios murchos e amarellentos denunciavam o sexo dos antigos possuidores

De tudo isso partia um vago chiado de gordura derretida e emanações enjoativas de carne assada em começo de putrefacção.