Página:A Guerra de Canudos.djvu/48

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
40
A Guerra de Canudos

de defeza material, o Exercito desfalcado e mal se refazendo da recente e longa campanha Federalista.

No decorrer da penosa impressão occasionada pelo grande desastre, acarretando quasi que um estado de revolução na Capital Federal, onde assaltos e incêndio em orgãos da imprensa infensa ao Governo, o assassinato do coronel Gentil de Castro e tentativa d'elle em outros conspicuos membros do partido monarchista, foram consummados, occorreram alguns factos entre os quaes dois assignalaremos, demonstrando que a Opinião Popular, poucas vezes errada, emprestava ao movimento sedicioso de Canudos, intuitos restauradores.

O batalhão Tira-Dentes e outros antigos corpos de patriotas, arregimentaram-se, collocando-se ás ordens do Governo, promptos a partirem, se isso lhes ordenassem. O velho genreral honorario Silva Tavares e o coronel Piragibe, figuras salientes da extincta Revolução, offereceram resolutamente seus serviços ao Governo, que os não acceitou, ainda dissolvendo o batalhão Tira-Dentes.

Si em falta de provas materiaes não estava plenamente verificado ser o dito movimento o começo d'uma grande sedição monarchica; todavia, d'isso existiam vehementes indicios, mais tarde corroborados com a leitura de importan-