Página:A Patria Brazileira.djvu/123

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 107 —


Escreve seu biographo, encarando-o como explorador:

« Deve-se a elle a primeira exploração do rio Araguaya, feita por profissional, missão que, como Presidente de Goyaz, em 1863, conf ou ao Engenheiro Vallée, o qual a desempenhou de modo satisfactorio, apresentando a planta daquelle rio e a do Tocantins.

Estabelecer fácil caminho fluvial entre Matto-Grosso, Goyaz e Pará; communicar a bacia do Prata com a do Amazonas, realizando um pensamento do Marquez de Pombal, completando tentativas dos jesuitas, — constituiu pertinaz projecto de Couto, que, após seis annos de esforços, vencendo fortes resistencias de todo genero, conseguiu o seu fim.

Formaria um volume a historia detalhada do emprehendimento.

Couto de Magalhães rivalisa ahi com o mais arrojado yankee na tenacidade, decisão, iniciativa, coragem, fertilidade de recursos.

Em 1866, no Pará, obteve a custo do Governo geral credito para mandar desobstruir as cachoeiras do Araguaya; encommendou da Inglaterra um navio próprio para quebrar rochedos abaixo do nivel d′agua; mandou rasgar canaes; preparou com paciencia o material necessario para superar cachoeiras; instruiu o pessoal destinado a guarnecer as embarcações exploradoras; decretou, mediante auctorização solicitada da Assembléa Provincial, premios para fomentar a pequena navegação; discutiu proficientemente a exequibilidade de seus planos, ora em memoriaes ao Parlamento, pedindo subvenção, ora em officios á Praça do Commercio de Belém, documentos (constante o ultimo do Diário Official de 29 de Outubro de 1866) em que expõe a matéria de fórma notavel, com preciosa abun- dancia de informações geographicas, financeiras e commerciaes.

Por fim, apromptou dois vapores consagrados a navegar o Tocantins e o Araguaya; e como a sua presença seria, vantajosa á direcção e animação dos trabalhos preparatórios da transposição das corredeiras, alcançou permissão de embarcar no navio iniciador. Era um tentamen perigosissimo. O vapor estava arriscado a quebrar as machinas, abalroar em pedras occultas, sossobrar a cada minuto. Couto de Magalhães tudo previra, ordenando que só se ultimasse o preparo de um dos navios, afim de que, em caso de catastrophe, restasse o outro. Providenciou até para que, si as cachoeiras estorvassem inteiramente a passagem, o barco fosse desmontado, conduzido assim por terra e montado de novo mais acima.

O relatório da Agricultura de 1867 rende homenagem ás extraordina-