Página:A Patria Brazileira.djvu/198

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
182


novo apoderar-se de Itaparica e outros muitos pontos da €Osta, ella achou-se á frente de muitas senhoras bahianas e

guiou-as á victoria».

O devotamento porém, dessa heroina, de quem o Gommandante do exercito pacificador dissera em documento publico que «em toda a campanha se distinguiu por indizivel valor e intrepidez», não serenou depois do triumpho.


Eil-a então de viagem para o Rio de Janeiro, afim de levar ao Imperador a noticia do embarque das ultimas tropas portuguezas.

E D. Pedro I, deante de tanto valor, prega com suas próprias mãos no peito da abnegada bahiana, proferindo honrosissimas palavras, a insígnia de Gavalleiro da Ordem Imperial do Cruzeiro, que lhe garantia, ao mesmo tempo, as honras e regalias de Alferes do Exercito Nacional.

Ratificando, em seguida, essa homenagem, mandou lavrar o seguinte acto:

«Querendo conceder a D. Maria Quitéria de Jesus Medeiros um distinctivo, que assignale os serviços militares, que, com denodo raro ■entre as mais de seu sexo, prestara á causa da Independência deste Império, na porfiosa restauração da Bahia; hei por bem permitth*-lhe o uso da insignia de Cavalleiro da Ordem Imperial do Cruzeiro.»

Dona Maria Quitéria.