Página:A Patria Brazileira.djvu/265

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 249 —


sente nella sombra de um sacrifício que seria o triumpho e o premio da morte. Dentro, as parasitas se enroscam pelos velhos troncos, com a graça de um adorno e de uma caricia. Ha mesmo arvores que são mães de arvores e supportam com fácil e poderosa galhardia a filha, que lhe sáe do regaço e mais esplendorosa, ás vezes, que a rija e bella progenitora. Uma infinita variedade de arbustos cresce ás plantas dos gigantes verdes; é uma florasinha miúda, compacta e atrevida, dentro do bojo de outra mais ampla e opulenta. E tudo se ergue, e tudo se expande sobre a terra, compondo um conjuncto brutal, enorme, feito de membros aspérrimos, entretecido no alto pela cabelleira basta e densa das arvores e em baixo pela rede intérmina das fortes e indomáveis raizes; todo elle se entrelaça, enroscando-se pelos braços gigantescos, prendendo-se como por tenazes numa grande solidariedade orgânica e viva...» (*)

Vegelavuo braziieira.

A feracidade de nossa terra é, emíim, tao notável que, como bem reflecte auctorizado escriptor, «é tanta a força vegetativa

(*J Graça Aranha — Chanaan.