Página:A Patria Brazileira.djvu/328

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 308 —


Victor Meirelles.

-cção de bellos quadros históricos os talentos de Aurélio de Figueiredo, de Pedro Peres, de Victor Meirelles, que se

fez notar na Europa, expondo sua Batalha de Riachuelo, em Pariz, onde foi executada, e em Bruxellas uma apreciada tela, representando o panorama da cidade do Rio de Janeiro; de Pedro Américo, também litterato, que, aos onze annos de edade, nomeado, pelo Presidente da Paralnha, desenhista da commissão exploradora de que era chefe o naturalista francez Jacques Brunet, por proposta -deste, já mostrava o que viria a ser mais tarde o insigne artista da Batalha de Avahy, coberto de louros no Brazil, iipplaudido pela critica e pela imprensa européa, e proclamado na allemã, por exemplo, «o chefe da escola idealista na Europa» , «um inattingivel mestre, um incomparável talento», «um moderno Raphael», «um génio mais vasto, mais profundo, mais harmónico do que o do grande mestre allemão Kaulbach».

Ha, porém, um ramo do progresso, cuja gloria, já pela descoberta, já pelo desenvolvimento, cabe′′*′′* A.nenco. incontestavelmente ao Brazileiro mais do que a nenhum -outro povo: — a navegação aérea.

Com eífeito, este grande problema, estudado com todo o