Página:A Patria Brazileira.djvu/333

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 313


porisso, instantemente procurou demovel-o cia ascenção naquelle dia, sonho durante o qual, pairando no Pax sobre um vasto cemitério, vira nelle, claramente, sua estremosa mãe que lhe extendia os braços.

Saiilus Dumont.

Essa horrível desgraça, entretanto, fora posterior á inesquecível gloria que o Brazil alcançara de facto, com relação ao grandioso problema da dirigibilidade dos aerostatos.

Alberto dos Santos Dumont, de Minas, engenheiro brazileiro,

já havia conquistado os louros da victoria nessa mesma Pariz, scenario de innumeras experiências aerostaticas.

Desde creança dedicou-se a estudos relativos á grande descoberta, e apenas diplomado transportou-se a Pariz, entregando-se a elles com enthusiasmo e perseverança.

Construiu quatro balões com que fez diversas tentativas, realizando, finalmente, uma grande prova, ainda preparatória, já com o Santos Dumont n"" 5, aíim de conquistar em uma experiência definitiva o grande premio de cem mil frangos, instituído por Henrique Deutsch, que também se entregava com enthusiasmo a estudos de aeronáutica.

O Santos Dumont n 5 media 34 metros de comprimento e tinha 550 metros cúbicos de volume.

Eis como um jornal francez — Le Monde lUiistré — descreveu essa experiência preliminar, na manhã de 13 de Julho

de 1901:

< «Ás seis e meia, o aerostato está prompto a partir. O Snr. Santos

Dumont não ignora qne dois cios qnatro cylindi′OS do motor funccionam

mal; mas qne importa? «Ha de ir assim mesmo», diz elle. E o balão,