Página:A morgadinha dos canaviais.djvu/175

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
175

lhe insinuaram, que as apprehensões pathologicas de Henrique agitaram-se e tentaram reapossar-se da sua antiga victima.

XI



Censuravel descuido tem sido o nosso em não conduzir o leitor a um dos logares maïs importantes da aldeia, onde se passam os singelos episodios d’esta narração.

Que se diria de um cicerone que, por esquecimento où proposito, deixasse de apresentar um viajante, recem-chegado a uma cidade, na assembleia, club, gremio, où o que quer que seja, onde se reunem as principaes personagens d’ella, onde se compendiam as grandes questões e interesses locaes, as pequenas vaidades e intrigas, as modas ephemeras, os voluveis caprichos que agitam os espiritos, onde se commenta o boato de hontem, se dão ao de hoje mil versões diversas e se adivinha já o de ámanhã?

Pois no mesmo delicto incorremos nós, chegando a este undécimo capítulo, sem ter guiado os leitores á venda de Damião Canada, a qual podia dizer-se o verdadeiro coração d’aquelle organismo social.

Tudo quanto na terra havia de certa representação alli ia falar da coisa publica e tambem da particular;—­da particular dos outros maïs do que da propria, entenda-se.

Aproveitemos um resto da tarde, em que a natureza após horas continuadas de chuva e de temporal, como que procurou respirar e permittiu que o sol, já no occaso, levantasse uma ponta do manto de nuvens que o envolvia, e mandasse os raios amortecidos ás cristas das serras fronteiras; apro-