Página:A morgadinha dos canaviais.djvu/554

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


O brazileiro, em paga, entrou com Augusto em competencia de melhoramentos locaes, com grande proveito da aldeia.

O sr. Joãozinho, em vista d’esta fusão de partidos, achou-se encorporado na liga, e em pouco tempo teve occasião de demonstrar de novo a sua influencia eleitoral, trazendo compacta á urna a freguezia de Pinchões, para reeleger o conselheiro que, pela sua nomeação, perderà o logar de deputado. D’esta vez ninguem lh’o disputou, e era edificante vêr o brazileiro ao lado do Tapadas, esquecidos antigos odios, votando de commum accordo e de boa harmonia.

A reconciliação entre dois adversarios commove sempre a alma.

O sr. Joãozinho não mudou de hábitos, e cada vez tem maïs dividas, maïs cães e maïs bebedeiras.

O Pertunhas foi perdoado, e continua imperturbavel nas suas funcções de ensino e na commissão do correio, odiando os irmãos Virgilios e desafogando as suas mágoas na embocadura da trompa.

O homem queixa-se de ter sido victima de uma vingança. Confessa que por brincadeira tirára uma carta da pasta de Augusto, mas que a tornára a collocar no seu logar e por isso...

A familia Zé P’reira vae em rapida decadencia; o homem já nem tem fôrça para fazer resoar o zabumba. É está uma das que maïs deve á caridade de Magdalena.

O conselheiro, ainda hoje no gôso imperturbado dos votos unanimes d’aquelle circulo eleitoral, vem de quando em quando retemperar o animo exhausto nas fadigas parlamentares e nas diversões da capital, no seio da sua feliz familia, e volta melhor.

Angelo, logo que principiam as ferias dos seus estudos superiores, corre com alvoroço de creança a gosar na aldeia os dias que elle já présente terem de ser os maïs felizes de toda a sua vida.

A quinta dos Cannaviaes, á qual andam ligadas