Página:As mulheres de mantilha.djvu/102

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 98 —

— E' a mortalha em que se enterrou o amor de Alexandre Cardoso e Maria.

. . . . . . . . . . . . . . . .

. . . . . . . . . . . . . . . .

O official que vira na mantilha deixada por Maria a mortalha do amor da cortezã e do ajudante official da sala do vice-rei, enganara-se completamente.

A ligação de Alexandre Cardoso e Iduvirges acabara no fim de uma semana, e tão friamente, como se tivesse durado á força um seculo.

Alexandre Cardoso envergonhado da scena de embriaguez em que se dera em espectaculo não procurára dar desculpas á Maria do seu escandaloso procedimento. Em verdade elle não sentia mais a paixão em que se abrazára pela esplendida cortezã; esta porém o prendia pelo seu espirito e pelas apparencias de comedimento, ostentação de luxo e de elegancia, e delicadezas de fino trato com que cobria de lavor as miserias do vicio.

Saudoso de Maria, Alexandre Cardoso não poude resistir á lembrança dos seus encantos por mais de oito dias e receioso de justificavel repulsa, não ousou ir logo á casa da sua amante;