Página:Bem cavalgar.djvu/23

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Capitullo III.
do que se pode dizer contra o proueito q̃ disse q̃ desta manha sesseguia cõ sua reposta.

Nonsse deue oolhar oq̃ alguũs contra esto poderom dizer q̃ uyrõ muytos seer boos caualgadores, e pouco per ello prezados, per q̃ esta manha perssy soo nao he soficiente pera fazer alguũ muyto ualer, como fazẽ outros mesteres per q̃ os homeẽs uiuẽ, saluo se for corretor, ou quiser uender cauallos criandoos, e os fazendo, per q̃ as cousas principaaes ẽcamynhadores com agraça de deos peraos homeẽs auerẽ todo bem em esta uyda, e na outra som estas. Auerẽ boas uoontades de fazer todalas cousas uirtuosamente, e lealmente adeos e aos homeẽs, e teerẽ boa e razoada fortelleza do corpo e do coraçõ, per q̃ auerã poder de cometer, contradizer e soportar todas cousas fortes e contrairas. Esseerẽ sabedores per boas speriencias, e natural entender das cousas que perteecẽ asseus estados, e oficios per q̃ aiam saber certo, e uerdadeiro do q̃ deuem querer, e fazer obrar, contra dizer, e soportar em sy, e nas obras defora. E aquestas sõ as uertudes perssy soficientes pera perfeitamente fazerem uijr agrande bẽ os que as ouuerẽ, e outras manhas nõ, saluo em quanto forem destas acõpanhados; mas aquel q̃ destas tres for desẽparado, nõ espere per bẽ caualgar, justar, dãçar, nẽ per outra manha, q̃ assy como caualleiro, ou scudeiro muyto possa ualer, bẽ podera seer que uallera como homẽ seruyçal demester ou jogral. E aquestes quãto mais destas tres uertudes principaaes ouuerẽ, tanto melhores som. Eos que teẽ as principaaes, som muytas uezes ajudados, dalguãs destas manhas somenos, e todos se deuem trabalhar pera saberẽ muytas dellas, segundo oestado, hidade, e desposiçõ em q̃ forem per ogrande proueito e folgança que dellas muytas uezes percalçõ e filhã os que dellas sabẽ