Página:Chrysalidas.pdf/16

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
– 14 –

alma elle mesmo ignora quando trasbordão as gottas perfumadas!


VII.


Eis aqui, pois, como Machado de Assis é poeta.

Um Deus benigno, — o mesmo que lhe deu por patria este solo sem igual, — deu-lhe tambem o condão de reflectir a pomposa natureza que o rodeia. Fez mais.... medio por ella esse condão.

Se tivera nascido á sombra do polo, entre os gelos do norte, seus canticos pallidos e frios traduzirião em silvos os extases do poeta; — mas filho deste novo Eden, cercado de infinitas maravilhas, as notas que elle desprende são afinadas pelas grandiosas harmonias que proclamão.

E' assim duas vezes instrumento... e nesta doce correspondencia entre a creatura e o creador, a Musa ales, o sagrado mensageiro que une a terra e o Céo é... a inspiração!... E' ella que ferve, e derrama da amphora o oleo perfumado. E' ella que marca o compasso ao rythmo, e a eschola ao trovador. E' ella que lhe diz: canta, chora, ama, sorri.... E' ella emfim que lhe segreda o thema da canção, e caprichosa, ora