Página:Chrysalidas.pdf/99

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
MARIA DUPLESSIS.


(AL. DUMAS FILHO. — 1859.)



Fiz promessa, dizendo-te que um dia
Eu iria pedir-te o meu perdão;
Era dever ir abraçar primeiro
A minha doce e ultima affeição.

E quando ia apagar tanta saudade
Encontrei já fechada a tua porta;
Soube que uma recente sepultura
Muda fechava a tua fronte morta.

9