Página:Contos Tradicionaes do Povo Portuguez.pdf/444

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


quando algum cão se encontra com outro sempre se cheiram para saberem se é o que foi buscar a pimenta.

(Braga e Ilha de S. Miguel.)




203. LENDA DAS ANDORINHAS E DOS TARALHÕES

Dizem os taralhões:

— D’onde vides, andorinhas,
Que fostes poucas e muitas vindes?

Replicam ellas:

— D’onde vindes, taralhões loucos,
Que fostes muitos, e vindes poucos?

(Carrazeda de Anciães.)




204. CONTO DA CODORNIZ


(vozes de animaes)

A codorniz passando um dia por certo sitio, viu o sapo á porta do seu covil, e como elle só tivesse visivel a cabeça, a codorniz encantou-se dos olhos d’elle e pediu-lhe que saisse cá fóra; o sapo obedeceu, mas a codorniz aterrou-se tanto com a figura d’elle que se retirou bradando: Tem-te-lá! Tem-te-lá! D’aqui acredita-se que veiu a fórma do seu canto.

(Paços de Ferreira.)