Página:Contos Tradicionaes do Povo Portuguez.pdf/58

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
LI
DA NOVELLISTICA POPULAR

numero de contos de collecções artificiaes, como o Decameron, o Pentameron e Heptameron, obrigava a recorrer ás narrativas popnlares para supprirem na falta de invenção.[1] Ainda sob a fórma quasi que exclusivamente litteraria da Novella, é aonde os costumes antigos se acham mais pittorescamente esboçados. Os escriptores foram-se approximando conscientemente da tradição do povo, como Pérrault, mas d’ahi até possuirem essa mão casta para colher as flores da tradição, como o fez Grimm no começo d’este seculo, distava um espaço que só pôde ser transposto pela sciencia, com os seus variados recursos da philologia comparada, da mythographia, da ethnologia, que nos revelaram o criterio que torna intelligivel este antiquissimo documento humano.

  1. No segundo volume d’esta collecção tratamos da Litteratura dos Contos populares.