Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/244

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
219
AN


composições poeticas. Lisboa, 1794 256 pags. in-8o- Contém a traducção das Georgica em versos soltos, e mais div.ersas odes e sonetos origina.es, divididos em duas partes. A aca lemia real das sciencias de Lisboa, sendo-lhe apresentada a segunda parte deste livro, premiou-a n'illna de suas sessões; BocaO'e qualificou de boa a versão; entretanto José Maria da Costa e Silva considera esta mesma versão obra de mediocre merecimento, na Revista universal lisbonense, tomo 6°, pag. 425. Este livro teve segunda edição, Lisboa, 1804. - Atrons 'ada: poema heroico da fundação da monarchia portugueza pelo senhor rei dom Affonso Henl'iq·ue. Bahia, 1818, 278 pags. in-4oEste livro é ornado com os retratos de dom Affonso Henrique, de dom João IV e do autor, e o poema que se compõe ue doze cantos em oitava rim~, foi elogiado por Ferdinanl Denis no seu Resumo da historia litteral'iade Portugal; enu'etanto ao autor do Diccionario bibliograph:co portuguez pàrec'e que poucos leitores teI'ão tido a paciencia necessaria para o levar 'm ao fim. - Ode pindarica ao illustrissimo e excellentissimo. senhor Conde dos Arcos- Sahiu no volume que tem por titulo « Relação da~ festas ,que ao illustrissimo e excellentissimo senhor Cond' dos Arcos deram os subscriptores da pl'l1ça do cOIDmel'cio». Bahia, 1817,64 pags. in-4.o - Ode pindarica offjrecida a el-I'ei o senhor dom João VI na sua gloriosa acclamação. Bahia, 1818, 10 pags, in-4.o - Ode p"ndarica offerecida a el-rei nosso senhor dom João VI, na occa-ião do faustissimo parto da princeza raa1. Rio de Janeiro, 1819, 13 pags. in·4.p

Antonio José de p::.. iva Guedes de Andrade - Não pude verificar em que lagar nasceu; falleceu na cidade do Rio de Janeiro em 1850, sendo oificial-maior da se retaria de estado dos negocias do imperio, do conselho de sua magestade o Imperador, e socio do instituto historico e geographico bl'azileiro. Cultivou a poesia, publicando sob o anonymo algumas composições neste genero de liUeratura e deixando outras ineditas, e applicou-se tanto áo esLudo da histoJ'ia patl'ia que Manoel de Araujo Porto-Alegre, depois Barão de Santo Angelo, em noticia biographica, que delle escreveu, disse' que levara comsiO'o para a sepultura um ilDmenso thesouro de documentos historicos e de esclarecimentos de factos. Se occupava, quando o sQrprendeu a morte, com a , - Traducção dos classicos latinos.- A tl'aducção de alguns ficou concluida. Não se sabe, porém, que destino tiveram seus escl'iptos. Só conheço deHe : - Jerusalem libertada, de Tasso: tr;aducção - de que sahiram as dez primeiras oitavas do primeiro canto no Ramalhete poetico do Parnaso italiano pelo doutor Lniz Vicen te de 8imoni. . - A sua alteza real o principe regente do reino do Brazil por occa-