Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/292

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
267
AN


Questão sarda para isentar da legislação do consulado brazileiro os passaportes e roes de equipagem de seus navios. Apontamentos — Inedita. O manuscripto esteve na exposição de historia do Brazil em 1881.

Questão da Grã-Bretanha com o imperio do Brazil acerca da linha de limites da fronteira do norte do mesmo imperio, de que se pretende apossar - Idem.

Memoria sobre a colonisação dos estrangeiros no Brazil - Idem.

Memorandum acerca dos limites da Goyana e procedimento das , autoridades, brazileiras nas fronteiras - Idem. São tra'ducções e observações escriptas do proprio punho do conselheiro Drumond.

Apontamentos para a historia. 1807. Trasladação da familia real portugueza para o Brazil- Tambem ineditos e presentes na mesma exposição.

O conselheiro Drumond foi incansavel na pesquiza e colheita de manuscriptos e noticias relativas li historia patria, ou que a elia se ligam; por taes serviços muito lhe deve o instituto historico.


Antonio Militão de Bragança — Filho de Aleixo João de Bragança e de dona Anna Joaquina do Sacramento Bragança, nasceu na cidaàe de S. Salvador, capital da Bahia, em 1829 e falleceu em 1861.

Doutor em medicina pela faculdade de sua provincia, cujo grau recebera em 1852, apresentou-se ao concurso a um logar de oppositor da secção de sciencias accessorias em 1856, e a igual concurso em 1859, obtendo desta vez ser nomeado para o referido logar, e escreveu:

Sobre a cura espontanea da phtisica pulmonar: these para obter o grau de doutor em medicina. Bahia, 1852.

Qual a utilidade da chimica organica em medicina: these de concurso a um logar de oppositor da secção de sciencias accessorias. Bahia, 1856.

- Existirá o fluido chamado calorico, de que o calor é effeito? these de concurso a um logar de oppositor de sciencias accessorias. Bahia, 1859.


Antonio Moniz de Souza - Nasceu em Sergipe pelo anno de 1790 e falleceu depois de 1840. Foi agricultor, ou criador; accrescentava a seu nome o titulo de homem da natureza, tornando-se assim mais conhecido, e escreveu:

Viagem e observações de um brazileiro que, desejando ser util a sua patria, se dedicou a estudar os usos e costumes de seus patricios e os tres reinos da natureza em varios logares e sertões do Brazil, offerecidos à nação brazileira. Tomo primeiro. Rio de Janeiro, 1834, 218 pags. in-8º — Neste livro acha-se uma breve noticia. sobre a revolução do Brazil em 1821 nas provincias da Bahia, Sergipe e Alagôas. Não se publicou segundo tomo.