Página:Diccionario Bibliographico Brazileiro v1.pdf/329

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
304
AN


Rio Purús: noticia. Maranhão, 1872 — Esta obra, como diz seu autor na advertencia que a precede, é destinada ao povo e especialmente àquelles, que quizerem se estabelecer no Purús, com o fim, já de explorar e colher partido das fontes e riquezas naturaes, em que abunda este paiz, já de auferir vantagens da industria agraria, onde as terras são de uma fertilidade prodigiosa. Contém um mappa dos principaes affluentes deste rio com as distancias em milhas inglezas, marcando-se dous pontos de elevação do nivelamento do mar.

A seringueira (syphonia cahucha ou chiringa em lingua geral), Pará, 1873 — com quatro finissimas gravuras, representando a planta, o processo de extracção do leite, materiaes, instrumentos para isto, etc.

Achy ou os cathanichys: estudos ethnographicos de alguns selvagens habitantes do rio Purús — Uma parte deste trabalho sahiu em Manáos, no Commercio do Amazonas, ns. 95, 96, 97, 102, 105, 107, 108, 109, 111, 115, 119, 123, e 153, de 11 de março a 5 de junho de 1880, época, em que cessou a publicação do dito jornal.


Antonio Rodrigues Vellozo de Oliveira — Pai do desembargador Henrique Vellozo de Oliveira, de quem se trata neste livro, e filho de José Rodrigues Pereira e de dona Anna de Oliveira Montes, nasceu na provincia de S. Paulo depois do anno de 1750 e falleceu no Rio de Janeiro a 11 de março de 1824.

Formado em direito pela universidade de Coimbra, seguiu a magistratura, principiando por exercer um logar na ilha da Madeira; foi chancelier da relação do Maranhão em sua instituição, desembargador do paço, deputado da mesa da consciencia e ordens, juiz conservador da nação britannica em todo districto da casa da supplicação do Brazil, primeiro deputado da junta da administração da fazenda na capitania do Maranhão, d'onde se retirou em 1818 por desavenças que teve com o governador, e desgostoso com as decisões do governo da côrte, a elle contrarias; e sendo deputado à constituinte brazileira, defendeu com toda energia a idéa de se acabar a escravidão dos africanos.

Era do conselllo de sua alteza real e de sua magestade o senhor dom Pedro I, fidalgo cavalleiro da real casa, commendador da ordem de Christo, e um dos mais notaveis estadistas de sua época, e de idéas mais liberaes. Seu retrato em ponto grande se acha em uma das paredes da secretaria da santa casa da misericordia do Maranhão, pelos serviços que ahi prestara como provedor, Escreveu:

Tratado do jogo de voltarête com as leis geraes do jogo. Lisboa, 1794, in-8.°

Memoria sobre o melhoramento da provincia de S. Paulo, applicavel em grande parte ás outras provincias do Brazil. Rio de Janeiro, 1822, 143 pags. in-4° — Esta memoria foi escripta em 1810, e em 1868 foi reproduzida pelo instituto historico em sua revista, tomo 31° parte 1ª, pags, 5 a