Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/129

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Os serviços prestados por Antonio Martins no Libertador á causa abolicionista são inestimáveis.

Por ultimo Antonio Martins illuminou com sua penna as columnas do Norte, orgam da parcialidade politica a que pertenceu e que lhe deu o alto posto de senador estadual.

Depois de haver esgottado os recursos da medicina do paiz e do extrangeiro, pois mesmo ás summidades Europeas recorreu, Antonio Martins veio a fallecer em Fortaleza a 31 de Março de 1895 victimado por padecimentos da espinha.

O Diário do Ceará dedicou á sua memória um n.º especial a 30 de Abril de 1895.

Conheço delle :

As tres lyras, collecção de versos abolicionistas publicados em volume com os de outros dous poetas, Antonio Bezerra e Justiniano de Serpa.

Discurso pronunciado na sessão inaugural da sociedade « Cearense Libertadora » a 8 de Dezembro de 1880, Typ. Economica, Fortaleza.

O incêndio do Taboão, poesia cuja venda reverteu em favor das victimas dessa grande catastrophe occorrida na Bahia.

Introducção á Acta da sessão magna que celebrou a associação Perseverança e Porvir em 20 de Maio de 1883 pela extincção do elemento servil no Brasil. Fortaleza, Typ. Universal, Rua Formosa 23, Cunha, Ferro & C.ª 1890.


Antonio Mendes da Cruz Guimarães (Dr.) — Nasceu a 23 de Setembro de 1816, falleceu a 6 de Janeiro de 1841 n’Allemanha. Filho de José Mendes da Cruz Guimarães.

Publicou :

Theses, quas illustris jiireconsultorum ordinis auctoritate atque consensu in Academia Geórgia Augusta pro summis in utroque jure honoribus rite obtinendis die XVI. M. Augusti. A. MDCCC XXXIX hora XI A. M. publice defendet Antonio Mendes da Cruz Guimaraens Ceará Brasilianus. Gottingoe ex officina Frid. Ern. Huth.

110