Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/88

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


hia, teve uma filha, que foi esposa do Dr. lrineu Braziliano de Carvalho e Silva, do Rio Grande do Norte.

Fqram seus irmãos: Joaquim Antunes, seu socio na casa commercial, e o Revd. Conego José Antunes d’01iveira.

Joaquim Antunes foi o sogro do Dr. Miguel Joaquim de Almeida e Castro.


Antonio Candido da Rocha (P.e) — Filho de José Francisco da Silva Rocha e D.ª Thereza Maria de Jesus, naturaes da Freguezia da União, então pertencente á do Aracaty, nasceu a 6 de Fevereiro de 1854.

Entrou para o Seminário desta Diocese em Março de 1S73, trazendo alguns preparatórios. Recebeu a Tonsura ecclesiastica aos 30 de Novembro de 1876; ordens menores aos 30 de Novembro de 1877; ordens sacras-sub-diaconato e diaconato—aos 24 e 30 de Novembro de 1878, e o Presbyterato aos 30 de Novembro de 1879, resando a primeira missa na Egreja Matriz de sua terra natal a 8 de Dezembro do dito anno.

Por provisão de 3 de Fevereiro de 1880 foi nomeado Parocho da Freguezia da União, cargo que exerceu até o 1.º de Setembro de 1889. A 24 de Maio de 1892 foi nomeado Vigário de Fonte-Boa, no Amazonas, então do Bispado do Pará, aonde se demorou um anno, percorrendo a Freguezia.

Foi deputado da antiga Província em o biennio de 1884 e 1885 e fez parte do Congresso Constituinte Estadual em 1891.

Exerceu o cargo de Director da Escola Nornial do Estado por nomeação de 6 de Junho de 1891, deixando-o após o movimento de 16 de Fevereiro de 1892, que apeou do governo o General José Clarindo.

Quer em Fortaleza, quer em sua primeira freguezia, exerceu por vezes o cargo de Inspector Escolar.

São de sua penna os seguintes escriptos, impressos em 1895 nas Officinas Studart, Fortaleza, Rua Formosa n.º 46 e publicados sob o pseudonymo Um sacerdote:

69