Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume primeiro.djvu/91

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


medalha militar de ouro por contar mais de 30 annos de serviço no Exercito sem nota em seu desabono.

De seu casamento com D.ª Maria Luiza Barrão Piragibe, filha do general Barrão, deixou dois filhos: o otficial da armada Eduardo Piragibe e D.ª Maria Piragibe, casada com o major Clodoaldo da Fonseca.

Seus funeraes foram feitos por conta do Estado.


Antonio Cunha Mendes (B.el) — Filho de Manoel Cezario Mendes e D.ª Francisca Cudinha Mendes, nasceu em Maranguape a 15 de Março de 1875.

Foram seus avós paternos Ignacio Mendes Guerreiro, de Boa Viagem, filho de José da Silva Bezerra e de D.ª Joanna Baptista Guerreiro, e J oanna Gomes da Silva, filha de Luciano Alves da Costa edeD.» Anna Alves da Costa, e avós maternos Geraldo Francisco de Barros, de Quixeramobim, filho de João Bento de Barros e de D.ª Leandra Gomes de Barros, e D.ª Anna da Cunha, filha de Francisco da Cunha Freire, o Cunha de Boqueirão, e de D.ª Francisca da Cunha Freire.

Foi coliaborador do Estado do Ceará, de Fortaleza, e tendo mudado a residencia para a Capital de S. Paulo, em cuja Academia de Direito se diplomou, ahi fundou e redigiu a Revista do Brazil, publicação de merito. Passando-se para o Rio de Janeiro, vive entregue á advocacia.

A Ceciliana, revista Paulista, sob a direcção de Julio Prestes deu á estampa no n.º 19, anno 2.º, seu retrato e biographia.

Publicou :

— Poemas da Carne, sonetos, S. Paulo, Typ. Alercio Ramos Moreira, Rua do Rosário n.º 12, in 8.º de 142 pp., 1896.

— Cáustico cuidadosamente applicado ao dorso do conhecido Valentim Magalhães, S. Paulo, Typ. Albercio, in 8.º de 15 pp., 1896.

E’ uma resposta á critica feita por Valentim aos Poemas da Carne.

72