Página:Diccionario bio-bibliographico cearense - volume segundo.djvu/314

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


O valor d'agua considerada motor, These para o doutorado em mathematicas. Rio de Janeiro, 1848, in-4º.

Manoel Cândido dos Santos (Mons°r.).—Da familia Fernandes Vieira. Nasceu em Saboeiro eni 1854 e recebeu o presbyterado em 1879.

Fallecendo a 7 de Março de 1890 o vigário de Barbalha Pe. João Francisco da Costa Nogueira, foi elle nomeado sen substituto e da Barbalha passou para a freguezia de Baturité onde permanece acatado e estimado de todos. No governo religioso da Barbalha tem-se seguido ao Mons ®r. Manoel Cândido os Pes. Miguel Coelho de Sá Barreto, Manoel Pinto Teixeira, Vicente Sother de Alencar e Antonio Jatahy de Souza.

Monsor. Manoel Cândido compõe ccm os Pes. Pedro Leo~ poldc de Araújo Feilosa, Dr. José Leorne Metiescal e Liberato Dyonisio da Costa o Conselho Diocesano.


Manoel Carlos de Mello Cesar (Bel.). — Nasceu em Ma- ranguape a Ide Setembro de 1863. Filho de Antero de Mello Çesar e D. Alexandrina de Mello Ctsar, fallecida a 31 de Março de 1911.

Em 1886 concluiu o curso de preparatórios no Lyceu do Ceará, e no anno seguinte matriculou-se nas aulas do 1« anno da Faculdade de Direito do Recife, na qual em 1891 recebeu o grau de bacharel em sciencias juridicas e sociaes. Em 1889, ainda acadêmico, foi nomeado Promotor de Justiça da comarca de llapipoca, cargo que occupou até a sua formatura.

Em 1891 foi nomeado juiz substituto do termo de Maria Pereira e sendo destituído do cargo em Junho do mesmo anno por occasião da reforma da magistratura feita pelo Ge¬ neral José Clarindo de Queiroz, então Presidente do Estado, foi forçado a partir para o Amazonas. Alli exerceu o cargo de Promotor de Justiça da Comarca de Coary durante 6 mezes e foi Juiz Municipal do termo de Silves, da comarca de Itacoatiára.

Em 1893 pediu exoneração desse cargo e entregou-se á

302