Página:Dom João VI no Brazil, vol 2.djvu/315

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


DOM JOAO VI NO BRAZIL 879

Vienna huma tao apparatosa embaixada, como aquella que S. M. me confiou".

Os gastos d ella, comprehendida a distribuigao de joias e ate de barras de ouro pelo pessoal da corte e do Minis- terio de Estrangeiros, inclusive o principe de Metternich, subiram a mais de milhao e meio de francos exactamente a francos 1.573.443,80 centimes--, despendendo o embai- xador da sua fazenda, segundo elle proprio referia sem cmn- tudo solicitar o reembolso, mais de 106 contos. A principal despeza fora feita com a esplendorosa festa dada no jardim imperial de Augarten, onde o marquez de Marialva mandou expressamente construir urn salao que depois serviu para varias festas de caridade e offereceu, apoz as dangas, uma ceia a mais de 400 convidados: os diamantes remettiam-se naturalmente do Brazil, nao entrando nos gastos da em baixada senao a sua montagem.

E tao .escolhidas e magnificas eram as pedras que, no dizer da correspondencia de Marialva, fizeram pasmar a corte de Vienna, communicando-lhe um estremecimento o contacto de toda essa riqueza digna dos contos orientaes. Eis como n um bello desenvolvimento de estylo cortezao, des- creve o embaixador ( i ) a apresentagao a Archiduqueza do retrato de Dom Pedro, n um medalhao cercado de diamantes

da mais pura agua : Ser-me-hia dif f icil expressar a

V. Ex. o jubilo de S. A. I. vendo o Retrato de Seu Augusto Future Espozo: immediatamente o poz ao peito, e nessa occasiao Ihe ouvi as mais lisongeiras expressoes sobre a feli-

��(1) Officio a Barca de 8 de Abril de 1817.

�� �