Página:Dom João VI no Brazil, vol 2.djvu/506

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


1070 DOM .TOAO VI NO BRAZIL

taria na calligraphia real indicios de um instincto dominador. For effeito seguramente da raga, da tradigao, de uma dispo- sigao innata de auctoridade, aquella lettra em pe, si bem que pouco attrahente como a sua pessoa, e ampla e regular, firme e pessoal. A acredital-a, de magestatica tinha Dom Joao VI a consciencia como tinha a magnanimidade.

Em fins de Janeiro de 1821 a partida de Dom Pedro fi- cara absolutamente decidida em despacho, e so restava a Dom Joao convencer o filho da necessidade de embarcar para Lisboa, arredando-o assim das fantasias ambiciosas que, insuffladas por varios patriotas, o andavam embalando e levando a pretender concretizal-as no vasto paiz onde ti- nham decorrido sua infancia e sua adolescencia. Escrevendo ao Rei no dia 31, dizia Thomaz Antonio ter pensado muito no negocio, que estava de pedra e cal, e respeitosamente apresentava o conselho de realizar logo sua entrevista com o Principe herdeiro no intuito de Ihe apressar o embarque. ( I )

��(1) " Mr o Principe Real <a ouvir, saber as queixas, re-

mediar o que for segundo as Lets, e prop or a S. M. as emendas on reformas e segunda parte, nada falar de Constituigao, e tudo de melhoramentos, e conservar a Autoridade Real toda inteira para \. M. e sens successores. Como nisto cada hum cedeu da metade da sua o-piniao ; e <esta concordado, esta em itermos do V. M. assim o de- cidir. Seguese pois falar V. M. ao Principe Real : por muntos motivos para V. M. ouvir o Imediato Sucessor antes de decidir para que ell e diga se voluntariamente quer fazer esta acgao que he de grandes consequencias e em terceiro lugar, porque he acyao de amizade e de confidencia entre Y. M. e elle. Pode V. M. ter a certeza que em fa- larlhe, faz a coisa que sera para ell e mais Mzongeira ; e para o Reitno todo he o mais sauidavel ser esta medida ajustaida emtre V. M. e o Principe. -S6 pode repugnar a hir sem a Princeza ; e nisso we pod ceder, pois o ponto principal para socego do Brazil, e para conservar o respeito da Monarchia na Europa, he ficar no Rio de-. Janeiro o Trono ; que he V. M. e a .sucessao directa da Coroa. E por isso em ficando os Netos de V. M., ou dos dois, hum que ha outro que se es-

pera, o que for o sucessor ; he o que basta para o essencial Esta

conferencia que V. M. tiver, sera muito gloriosa para V. M. e mostra- r-a a o Mundo que a Vontade de V. M. he toda o bem dos seus Vassal- los. (Cod. cit. na Bibl. Nac.)

�� �