Página:Espontaneidades da minha alma.djvu/44

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
— 44 —

ERA UM ANJO!


No album do Sr. F. V. da Cunha.


Em uma noite sonhei
Estar sentado junto a mim —
Mimoso Anjo do céo
D’azas brancas de setim —
Era fermoso — innocente,
Quando branda e docemente
De seus olhos descerrava
O ceruleo d’oiro manto
Que mostrava o seu encanto
Que d’amor extasiava.

Sobre mim poisou a face
Sua face de jasmim,
E querendo dispertar-me —
De seus labios de carmim
Ouvi com voz sonora
Que arrebata e que namora
Dizer-me, ó Santo Deus! —
Dôces palavras d’amor
Que exprimiam com fervor
Os ardentes votos seus!

Despertei, e do sonhar
A realidade senti