Página:Espontaneidades da minha alma.djvu/95

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

— 95 —

Alada mensagem
Me venha vida —
Arminda és fiel —
Fiel té morrer!

E a sorte choremos
Que avessa nos é —
Mas não blasphemos —
Vivamos co’a Fé!



D. BEATRIZ.


... Curtio delirios vastos
... Entre tufões e abysmos!

A. F. de Castilho.

I.

Em mansa noite de prateada lua,
Que alvissima banhava o horisonte,
E com fulgor ameno reflectia
Sobre de um rio, em suas puras aguas,
E qu’espalhada, alvinitente e bella
Tambem sobre os areaes de praia amena
Finos christaes em lagos similhava,
Desgrenhada, e a sós — e bella, e louca,