Página:Evocações.djvu/33

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Mas o momento da angustia suprema se approximava, fazia-se uma pausa religiosa nesse monologo mental que me agitava em febre, na concentração aflictiva dos meus pensamentos — agora mudos, no reverente silencio, na anciedade calada de quem espera...

Era chegado o momento, grande, grave e bello momento entre todos, em que a mulher, perdendo a volubilidade, a gracilidade diaphana e o alado encanto de virgem, se transfigura e recebe uma auréola, um serio resplendor de nobre martyrio, de sympathico consolo, envolve-se n'uma sombra e n'um silencio de piedade e de sacrificio, n'um Angelus abençoado de amor.

Era chegado o momento em que aquellas formas se espiritualisavam, se etherisavam, tomavam asas de sonho, inflammadas por um novo e alto sentimento, tão tocante e tão augusto, que parecia afinado e fecundado nos céus pela graça divina e peregrina dos anjos. É quando a mulher parece disprender-se, libertar-se suave e secretamente da argilla que a gerou e crear para si, solemnemente, uma esphéra perfeita e eleita de abnegação infinita e de resignação sublime. Quando os seus seios magnificentes, nos renascimentos da Belleza, symbolos delicados da maternal Ternura, florescem á vida dos pequenos seres que