Página:Fabulas de Esopo.djvu/10

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
6 VIDA

apagarão bastantemente todas as faltas corporaes.

Sendo captivo por Gregos, veio a Athenas, onde servia a hum Cidadão rico, por nome Aristes, com outros em huma horta de cavar e adubiar: onde como todos o maltratassem e desprezassem, e o maioral dos trabalhadores lhe désse muitas pancadas, queixava-se Esopo, dizendo que faria queixumes daquelle aggravo a seu senhor Aristes, e de outros crimes que no maioral tinha notado, o qual com este medo se adiantou, e persuadio a Aristes, que para quietação de seus escravos tirasse a Esopo de entre elles, e que o vendesse. Fêlo Aristes assm, e o vendeo a hum mercador grosso forasteiro, que