Página:Fabulas de Esopo.djvu/50

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
50
FABULAS

MORALIDADE.


Prova-se nesta Fabula o que fica dito no principio da vida de Esopo; que nenhum ha desamparado de natureza e sem graça particular; que Deos, author da mesma natureza, creou os homens, e repartio por elles seus dotes. Huns faz valentes e outros ligeiros; hum he bom pintor, outro musico déstro, outro tem seu dote no entendimento. Ensina logo esta Fabula que ninguem se ensoberbeça da graça particular de que he dotado, nem tenha inveja das boas obras dos proximos, antes com tudo e por tudo dê louvores a seu Deos e Creador.