Página:História de Portugal restaurado t1.djvu/15

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


TC7A do eftylo a formem como o Sol perfeita , fe os> Leitoicrs pertend.iii iUiliála como nuerem , e naô coíT/O m rrce* A eftas, e outras muitas difiii uldades ie fii- jeita quem le r« lolve n eícrevef hu ia hiftorii que pe- ia opini^rj conmiLÍd dos hitóorinJorcs coítunia ler de feculos pa í Fados 1 em que snais deíbfogiuios os âni- mos eiUiiíõ a defcobrir a verdade dos íucctiros. Fo- rem quaes fer-o os inconvenientes , quaes os perigos quaíi invencíveis , a que 'íe nrroja quem tomou a te- merária reloluçaó de impriniir tm iua vida a hiftoria do feu tempo, lim vt;rc2de què até imaginação taz horror efle intento; porque oppoftas , e incompatí- veis 2s obfigaçoens íorçolas aos nfcos mani feitos , naô parece po'ih'cl , apurndos, depilarem hum com- pollo períeiío ; pois faltar á verdade, fica fendo in- fâmia do Author , deícobrilla nas acçoens defacerta- das , Cihe cm Jeícredito dos comprehendidos. Enca- recer os beneméritos , fera inveja dos indignos : lou- var os viciofos , rpprobrio dos beneméritos: contar todos os íucceíFos, he empenho invencivcl : callar algims , póJe fer queixa dos intereílados. Nos caio s grandes , e ainda nos inferiores ajuílarenvfe todos em que laó verdadeiramente contadoi; , diftkullofa- ■mente íe poderá confeguir : porque eu experimtnj "tey j achando*me em quatro batalhas , c em outros encontros, com muitos mil homens, na6 fe defco- brirem cous que concordallem no meímo f:i£lo ; e tenlio au^ançado que a razsó Jcíla variednde vem a fer, que como hum fó homem nao he poílivcl af^Oir a todos os fucceíibs de hum conílidlo , entendendo errídam-iíte que cahe no defcrtrdito de uao t r parte em tantas acçoens diveí ius , todas 9i> que naó pí';de al- cançar con^ a vifta defacredita por fabulolas. Se pois me naó íoy poílivcl contar fem tonirauiçaó tm v nas con-