Página:Horto (1910).djvu/35

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

25
REGINA CŒLI


Teu nome é setineo laço
Prendido em formoso véo,
Qual branca nuvem no Espaço,
Qual uma estrella no Céo.

Teu nome reflecte a imagem
Da melodia serena,
Que passa rindo n’aragem
E no voejar da phalena.

Uma blandicia suave
Nelle cantando divaga,
Como no Azul uma ave,
Como no Mar uma vaga.

Teu nome, cheiroso lirio,
No niveo calice encerra
Todo o mysterio do Empyreo,
Toda a alegria da Terra.

Como um contraste do encanto,
N’este teu nome diviso
Toda a saudade do pranto
E todo o affago do riso...

Ah! todo o perfume amado,
Toda a fragrancia mimosa,
Que o colibri namorado
Bebe no seio da rosa;