Página:Novas Horas Marianas ou Officio Menor da SS. Virgem Maria Nossa Senhora.pdf/149

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


per liberi, et ab omni perturbatione securi. Per eunem Dominum nostrum Jesu Christum, etc.; per omnia secula seculorum.

M. Amen.


e seguros de toda a perturbação. Pelo mesmo Jesu-Christo vosso filho, Senhor nosso, que comvosco vive e reina em unidade de Deos Espirito Santo; por todos os seculos dos seculos. Amen (1).


Depois faz o Sacerdote a fracção da Hostia, dizendo:


S. Pax Domini sit semper vobiscum.


S. A paz do Senhor seja sempre comvosco (2).

_________________________________________________________

(1) Faz o Sacerdote o signal da cruz com a Patena antes de dizer as palavras dai-nos a paz, para indicar que só pela cruz é que podêmos ter a paz, cujo symbolo é a Patena, porque é o prato em que se põe o corpo de J.-C., que ha de ser distribuido em signal de paz; e por esta mesma razão a beija o Sacerdote quando diz a Deos as sobreditas palavras.

Emprega a Igreja a intercessão dos Santos, e nomeadamente a da Virgem Santissima, de S. Pedro e S. Paulo, e S. André, para pedir a paz a Deos por J.-C., a fim de sermos mais facilmente ouvidos; e por isso mesmo nomeia com especialidade entre os Santos aquelles de quem mais se servio Deos para dar a paz viva aos homens, como são a Virgem Santissima, que foi Mãi do Deos de paz, e os trez primeiros Apostolos, que a annunciárão da parte de J.-C. a todos os Povos do mundo.

(2) Estas palavras são uma benção que dá o Sacer