Página:Obras de Manoel Antonio Alvares de Azevedo v1.djvu/109

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa



Oh! Fala-me de amor!... - eu quero crer-te
Um momento sequer...
E esperar na ventura e nos amores,
Num olhar de mulher!