Página:Obras de Manoel Antonio Alvares de Azevedo v1.djvu/125

Wikisource, a biblioteca livre
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


No amor basta uma noite para fazer de um homem um Deus.
PROPÉRCIO

 
Amoroso palor meu rosto inunda,
Mórbida languidez me banha os olhos,
Ardem sem sono as pálpebras doridas,
Convulsivo tremor meu corpo vibra...
Quanto sofro por ti! Nas longas noites
Adoeço de amor e de desejos...
E nos meus sonhos desmaiando passa
A imagem voluptuosa da ventura:
Eu sinto-a de paixão encher a brisa,
Embalsamar a noite e o céu sem nuvens;
E ela